Informação

São Valentim e o Dia dos Namorados

dia-dos-namorados-hocus-pocus

O Dia de São Valentim celebra-se a 14 de fevereiro e, também, é conhecido como Dia dos Namorados. Este santo é venerado como o padroeiro dos enamorados e a sua história é associada à história do amor e do romance. Existem várias lendas sobre a sua vida,  mas existem muito poucos factos históricos comprovados. Assim, a Igreja Católica não venera este santo devido à precariedade das provas históricas.

AFINAL Quem era São Valentim?

São Valentim e o dia dos namorados

São Valentim

O imperador Cláudio II, durante seu governo, proibiu a realização de casamentos em seu reino, com o objetivo de formar um grande e poderoso exército. Cláudio acreditava que os jovens, que não tivessem família, ou esposa, iam alistar-se com maior facilidade. No entanto, um bispo romano continuou a celebrar casamentos, mesmo com a proibição do imperador. O seu nome era Valentim e realizava as cerimónias em segredo.

A prática foi descoberta e Valentim foi preso e condenado à morte. Consta a lenda que, enquanto estava preso, muitos jovens atiravam flores e bilhetes dizendo que ainda acreditavam no amor. Entre essas pessoas, estava uma jovem cega, Artérias, filha do carcereiro, a qual conseguiu a permissão do pai para visitar Valentim. Os dois acabaram apaixonados e, milagrosamente, a jovem recuperou a visão. O bispo chegou mesmo a escrever uma carta de amor para a jovem com a seguinte assinatura: “do teu Valentim”, expressão que ainda hoje se usa. Valentim, depois da condenação de morte, foi decapitado em 14 de fevereiro de 270.

As raízes históricas da comemoração do dia dos namorados

Durante a época do Império Romano, havia uma festa chamada Lupercalia que ocorria em fevereiro. Esta festividade era celebrada para honrar Faunus, o Deus romano da fertilidade e do amor e, também, para marcar o início da primavera. Durante a festa, os homens solteiros sorteavam o nome de uma mulher solteira, com quem passariam a noite. Essa união poderia resultar num relacionamento amoroso ou até mesmo num casamento.

Mais tarde, em 496 d.C., o Papa Gelásio mudou a data da festa para 14 de fevereiro, a fim de honrar São Valentim, o mártir cristão cuja história tinha ficado associada ao amor e ao romance.

como o dia de São Valentim ou Dia dos Namorados ganhou popularidade?

A tradição de comemorar o Dia dos Namorados começou a espalhar-se pela Europa no século V e VI. Durante a Idade Média, os jovens trocavam, como presentes, cartões de amor escritos à mão e poemas com o intuito de expressar seus sentimentos românticos.

Este costume de trocar cartões manuscritos tornou-se popular na Inglaterra ao longo do século XV, tomando como referência a carta que Charles, Duque de Orleans, enviou à mulher, Bonne de Armagnac, quando estava prisioneiro na Torre de Londres:  “Je suis desja d’amour tanné, ma tres doulce Valentinée […]”.

GLOBALIZAÇÃO DO DIA DE SÃO VALENTIM OU DIA DOS NAMORADOS

A celebração do Dia de São Valentim ou Dia dos Namorados, pelos amantes, globalizou-se no século XIX, sobretudo, devido ao desenvolvimento da impressão popular e barata de cartões comemorativos. Nos Estados Unidos, Esther Allen Howland ficou conhecida como “Mother of the Valentine” por ter popularizado os primeiros cartões produzidos em massa, na América, a partir da década de 1840, desde os mais simples aos mais elaborados.

Desde então, tornou-se uma celebração popular em todo o mundo com a troca de cartões e outros presentes para celebrar o amor.

QUE PRESENTES OFERECER NO DIA DE SÃO VALENTIM OU DIA DOS NAMORADOS?

Existem muitas opções de presentes que se podem oferecer no no Dia de São Valentim. Algumas das sugestões tradicionais, que não trazem grande surpresa, à sua cara-metade, podem ser:

  1. Flores: são um presente tradicional para o Dia de São Valentim, principalmente rosas vermelhas que simbolizam o amor.
  2. Joias: anéis, colares e brincos são presentes populares para o Dia de São Valentim, sobretudo, para oficializar um namoro um noivado ou pedido de casamento.
  3. Chocolates: são outro presente tradicional no Dia de São Valentim, estando facilmente disponíveis em uma variedade de formatos e sabores.
  4. Viagens: uma viagem romântica para um lugar especial pode ser um presente incrível para o Dia de São Valentim, no entanto exige valores monetários mais elevados e disponibilidade de tempo.
  5. Cartões: de amor escritos à mão ou impressos são outra forma de expressar seus sentimentos românticos, no entanto tem uma componente muito infantil.
  6. Perfumes: são um presente luxuoso para o dia de São Valentim, mas que exigem algum investimento financeiro se quiser oferecer algo para impressionar.
  7. Livros: de um autor favorito ou um livro de poesia pode ser um presente significativo no Dia de São Valentim, mas está limitado a quem aprecia esta área.
  8. Experiências: oferta de uma experiência inesquecível para o seu parceiro, como um voo de balão, uma aula de culinária, um dia de spa ou uma noite num hotel luxuoso, no entanto tenha em atenção que a surpresa pode não ser bem acolhida, sobretudo se for radical de mais ou pode não causar o impacto que pretende se for tradicional de mais.

SEM IDEIAS DO QUE VAI OFERECER NO DIA DE SÃO VALENTIM OU DIA DOS NAMORADOS?

O presente mais importante é aquele que se escolhe com amor e a pensar na pessoa que ama, independentemente do valor financeiro. O mais importante é que o presente seja algo que sabe que o seu companheiro(a) vai gostar e que tenha um significado especial para ambos.

VISITE A LOJA HOCUSPOCUS.PT VEJA AS NOSSAS SUGESTÕES DE PRESENTES PARA O DIA DE SÃO VALENTIM OU DIA DOS NAMORADOS
Presentes originais para surpreender a sua cara-metade.

Fontes: https://pt.wikipedia.org/wiki/Valentim_de_Roma

https://guarucenter.com.br/historia-dia-dos-namorados/

https://amusearte.hypotheses.org/7081